FURNAS - Notícias - Destaques  
 Todos os destaques
    
Furnas firma parceria com a chinesa Three Gorges Corporation


Importantes players em seus países se juntam para investir em ativos no mundo.

Furnas assinou, nesta segunda-feira, 26 de setembro, um acordo de cooperação com a empresa China Three Gorges Corporation (CTGPC), que construiu a maior usina hidrelétrica do mundo, a Três Gargantas, no rio Yangtze (China), e deverá colocar em operação nos próximos dois anos projetos de geração hidrelétrica da ordem de 20 mil MW, bem como de energia eólica e solar.

O acordo estabelece parceria para buscar oportunidades técnicas e comerciais em energia limpa e renovável, além de intercâmbio de conhecimento e tecnologia. Firmada durante missão empresarial à China liderada pelo presidente de Furnas, Flavio Decat, a parceria prevê, ainda, que a atuação conjunta das empresas não será apenas em solos brasileiro e chinês, mas também buscará oportunidades em todo o mundo.

“A intenção é nos tornarmos o principal braço da Eletrobras em seu processo de internacionalização, para ser uma das grandes players mundiais do setor. Furnas possui um vasto conhecimento em energia elétrica e é um dos mais importantes atores na produção de energia limpa do País. Já a CTGPC se dedica ao desenvolvimento e à operação de projetos hidrelétricos de grande escala, além de energia eólica e solar. Certamente essa é uma parceria promissora”, afirma Decat.

Segundo o acordo, as prospecções de novas oportunidades no Brasil serão sempre coordenadas por Furnas e a CTGPC será sócia minoritária no capital da nova sociedade. Caso o negócio seja fechado na China, a estatal chinesa coordenará o processo, enquanto Furnas atuará como sócia minoritária.

Uma equipe de trabalho será formada em cada país, com o objetivo de discutir detalhes da implementação da cooperação bilateral e elaborar planos de ação para a seleção de projetos de investimentos conjuntos, intercâmbio de tecnologia e pessoal, além de programas de treinamento. Estão previstos, ainda, um intercâmbio técnico anual e a realização de workshops nos dois países. A parceria tem validade de seis anos.

Investimentos em energia eólica

A expertise da CTGPC em projetos de fontes alternativas coincide com a intenção de Furnas de investir cada vez mais nesse tipo de energia. A empresa brasileira estabeleceu uma meta de investimentos para os próximos anos: arrematar pelo menos 150 MW anualmente, o que representa aporte de R$ 500 milhões/ano. Furnas já possui sete parques eólicos no Nordeste do País, com potência instalada de 487,6 MW.

Na foto abaixo, o presidente de Furnas, Flavio Decat, e o vice-presidente da CTGPC, Lin Chuxue, durante a assinatura do acordo de cooperação.






   

   

   

   

Publicado em: 09/26/2011