FURNAS - Notícias - Destaques  
 Todos os destaques
    
Ex-presidente destaca conquistas de Furnas nos dois últimos anos


Em seu discurso durante a cerimônia de posse do novo presidente de Furnas, Flavio Decat, o ex-presidente, Carlos Nadalutti Filho, destacou as realizações da empresa nos dois últimos anos. Leia a íntegra abaixo:


“Bom dia a todos.

Neste momento em que estou concluindo meu ciclo na Presidência de Furnas, gostaria de registrar um sincero agradecimento a cada funcionário desta casa por tudo aquilo que conseguimos realizar durante esses dois anos. Como técnico que construiu sua carreira ao longo de 30 anos nesta empresa, vejo com satisfação que Furnas realizou importantes conquistas nesse período, e por isso quero compartilhá-las com cada um de vocês.

Tínhamos a missão de viabilizar empreendimentos de geração e transmissão de energia de que o Brasil tanto necessita para sustentar seu desenvolvimento econômico.

Pois bem: tenho muita satisfação em anunciar que um relatório produzido pela Aneel demonstra que Furnas foi a principal responsável pelo recorde histórico registrado no crescimento da oferta de energia em nosso país no ano passado. Furnas estava presente nas duas maiores hidrelétricas inauguradas em 2010 (Foz do Chapecó e Serra do Facão) e também na usina térmica que mais acrescentou potência instalada ao sistema interligado nacional, a Usina de Santa Cruz, que ainda por cima tornou-se ecologicamente correta com a sua conversão para o uso de gás natural.

Nos últimos anos, nenhuma outra empresa de energia executou tantos empreendimentos do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, do governo federal. Foram oito novas usinas, quatro das quais já entraram em funcionamento na nossa gestão: Baguari, inaugurada em 2009, e Serra do Facão, Foz do Chapecó e Retiro Baixo, que entraram em operação em 2010. Quatro outras hidrelétricas encontram-se em construção: Santo Antônio, Simplício, Batalha e Teles Pires; e ainda temos em nosso portfólio de novos empreendimentos mais 26 linhas de transmissão, adicionando mais de 4.000 quilômetros de extensão, e 14 subestações, que reforçarão ainda mais o nosso sistema elétrico.

Todas essas obras, com recursos próprios ou em parceria com a iniciativa privada, geram mais de 130 mil novos empregos e significam energia para mais 12 milhões de brasileiros. A previsão de investimento da empresa nas obras de geração e transmissão para 2011 é de R$1,3 bilhão.

Além disto, em nossa administração, abrimos uma nova fronteira para Furnas com a entrada da Empresa na geração de energia eólica, que vai reforçar ainda mais a nossa contribuição para que o Sistema Eletrobras e o Brasil continuem sendo referência mundial na geração de energia limpa e renovável. A empresa vai construir três parques de energia eólica no litoral do Rio Grande do Norte, produzindo 162 MW e elevando a geração renovável de energia dos empreendimentos de Furnas para quase 14.000 MW, demonstrando o compromisso da empresa com os critérios de sustentabilidade socioambiental e credenciando a empresa para a venda de créditos de carbono.

Nesses dois anos da nossa Administração, Furnas, em parceria com a iniciativa privada, também contribuiu decisivamente para a modicidade tarifária em nosso país. Depois de reduzirmos os patamares de preço da energia quando conquistamos a Usina de Santo Antônio (que está com suas obras adiantadas em mais de um ano e deverá ser inaugurada ainda em 2011), baixamos ainda mais esses limites na venda da energia que será gerada a partir de 2015 na Usina de Teles Pires (R$ 58,36 por megawatt, uma tarifa que é quase metade da média praticada atualmente no Brasil). Isso permitirá a diminuição no custo de produção nas nossas indústrias, tornando-as ainda mais competitivas, e economia no bolso de todas as famílias brasileiras, que poderão pagar uma conta de luz mais baixa.

Olhando para a gestão da empresa, equacionamos a questão dos três contratos, considerados como as 3 âncoras do crescimento de Furnas, a saber: EPE-Pantanal, CIEN e Eletronuclear, que há anos representavam prejuízo bilionário para esta Casa. Como resultado de exaustivas negociações desenvolvidas pela diretoria e por nossos técnicos junto a diversas instâncias, Furnas finalmente se verá livre desse ônus e pode vislumbrar perspectivas de excelentes resultados financeiros nos próximos exercícios.

O alinhamento ao Plano de Transformação do Sistema Eletrobras – PTSE estabelecido na nossa gestão conduziu a reorientação do Planejamento Estratégico de Furnas de forma a torná-lo aderente às diretrizes e às estratégias do Governo Federal, estabelecidas para o fortalecimento do Sistema Eletrobras como um todo.

Em 2009, a nossa administração instituiu a Secretaria Executiva da Comissão de Ética e, em 2010, aderiu ao novo Código de Ética das Empresas do Sistema Eletrobras. Recentemente, a Empresa aprovou a sua adesão à Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras determinando que o Comitê de Sustentabilidade Empresarial de Furnas, em articulação com os órgãos próprios da Empresa, adote as ações necessárias para o cumprimento dessa política.

No âmbito da Responsabilidade Social, Furnas, por sua experiência nessa área, participou ativamente do processo de elaboração da ISO 26.000, a norma internacional sobre o assunto, que foi publicada em dezembro de 2010. A empresa ampliou os seus compromissos com a sociedade ao aderir, em 2010, aos Princípios de Empoderamento das Mulheres, iniciativa com o aval das Nações Unidas.

Também em 2010, Furnas passou a integrar o Programa de Combate à Exploração de Crianças e Adolescentes, do Governo Federal e aderiu ao Plano de Ação Conjunto dos governos do Brasil e Estados Unidos para eliminação da discriminação Étnico - Racial e a Promoção da Igualdade. As ações afirmativas de gênero levaram a Empresa a conquistar pela terceira vez consecutiva, em 2010, o selo Pró-Equidade de Gênero.

Ainda na linha de premiações recebidas, destacamos o Prêmio Brasil de Meio-Ambiente, o Prêmio Paulista de Qualidade da Gestão e os reconhecimentos do Troféu Transparência e do GRI Reader´s Choice Awards pela clareza e qualidade das demonstrações contábeis e relatórios corporativos.

Modernizamos a empresa com a implantação do sistema integrado de gestão SAP, um projeto que foi desenvolvido em tempo recorde e tornou-se referência nessa área, aumentando de forma significativa a agilidade e a confiabilidade na obtenção de informações corporativas para acompanhamento do desempenho da empresa e tomada de decisão. Fomos referência, também, na adequação da empresa aos preceitos da Lei Sarbannes-Oxley, adequando os controles corporativos às rigorosas normas exigidas pela Bolsa de Valores de Nova Iorque.

Com tudo isso, a transparência dos atos de gestão aumentou enormemente, e será fácil, para qualquer um que venha a examiná-los, constatar que agimos em total consonância com as normas, leis e demais requisitos pertinentes no âmbito da governança corporativa.

Todas essas conquistas são, para mim, motivo de orgulho. Dedico-as, aos funcionários desta Casa, aos membros da Diretoria, dos Conselhos de Administração e Fiscal e aos nossos parceiros nos empreendimentos, todos indispensáveis para que chegássemos a esses resultados.

Dedico-as também ao Presidente Lula e ao ministro Edison Lobão, pela oportunidade proporcionada ao honrar-me com a missão de estar à frente desta empresa, que aprendi a amar ao longo de 30 anos, e também pelo apoio que recebi e que possibilitou que obtivéssemos resultados tão expressivos para Furnas e para o Brasil. Não posso deixar de registrar também o essencial apoio que tive do Dr. Marcio Zimmermann no Ministério de Minas e Energia, e aproveito a oportunidade para desejar-lhe sucesso na nova missão de presidir o Conselho de Administração de Furnas.

Fico particularmente feliz e honrado em transmitir o cargo de Presidente para o Dr. Flavio Decat de Moura com quem tive o privilégio de realizar os meus primeiros passos profissionais nesta Empresa. É um orgulho ser sucedido por um gestor desse gabarito, que tem uma trajetória absolutamente destacada no setor elétrico brasileiro e que, tenho certeza, conduzirá Furnas a patamares ainda mais elevados no cenário nacional. A nossa casa certamente estará em boas mãos. Conte comigo.

Por fim, registro o meu agradecimento à minha família, especialmente minha esposa e meus filhos, que mais uma vez estiveram ao meu lado durante esse período, com paciência e tolerância diante do escasso tempo que dediquei a eles enquanto presidi esta casa, me trazendo a compreensão e o incentivo tão necessários nessa jornada.

Não poderia deixar de agradecer a DEUS!

(Leitura bíblica: “Não há nada fora do homem que, nele entrando, possa torná-lo impuro. Ao contrário, o que sai do homem é que o torna impuro”).

A cada um de vocês, deixo meu agradecimento e deixo, também, um pedido: para que contem para seus familiares e amigos tudo isso que esta empresa tem feito pelo Brasil, para que possamos, cada vez mais, bater no peito e dizer: eu sou de Furnas, com muito orgulho!

Muito obrigado.”




   

   

   

   

   

Publicado em: 02/14/2011